UE vai multar Facebook por compra do WhatsApp, diz jornal

NOVA YORK, 17 MAI (ANSA) - A Comissão Europeia vai aplicar uma multa ao Facebook por considerar que a rede social enganou as autoridades durante o processo de compra do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp, informou o jornal "Financial Times" nesta quarta-feira (17). Segundo a publicação, a decisão ainda não é oficial, mas o valor da multa pode chegar a no máximo 1% do faturamento total de 2016 da empresa de Mark Zuckerberg, o equivalente a cerca de 248 milhões de euros.   

De acordo com o Financial Times, Bruxelas já decidiu dar o próximo passo, avançando com a aplicação de uma multa à empresa que controla a rede social. O anúncio oficial, segundo a publicação, acontecerá na próxima quinta-feira (18).   

A conclusão preliminar foi anunciada em dezembro do ano passado quando as autoridades de fiscalização da União Europeia (UE) acusaram o Facebook de fornecer informações enganosas durante a avaliação para a aquisição do WhatsApp.   

Durante as negociações, foi perguntado sobre uma mudança na política de privacidade do WhatsApp, na qual o serviço informou que os números de telefone de alguns usuários seriam compartilhado com o Facebook, o que desencadeou investigações das autoridades de proteção de dados da UE.   

Segundo a Comissão, o Facebook indicou em seu pedido de aquisição que não seria capaz de combinar as contas de usuários das duas empresas. Na ocasião, em comunicado, a Comissão Europeia para a Concorrência afirmou que as objeções não comprometeram a aprovação da fusão avaliada em US$22 bilhões em 2014. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos