PSDB escolhe novo líder do partido e deve romper com Temer

SÃO PAULO, 18 MAI (ANSA) - A bancada do PSDB já articulou o nome de Carlos Sampaio para assumir interinamente o posto de Aécio Neves na presidência do partido. O senador tucano foi afastado nesta quinta-feira (18) do seu cargo, sob ordem do Supremo Tribunal Federal (SFT), após aparecer em um áudio entregue em delação premiada da JBS pedindo R$ 2 milhões aos executivos do frigorífico.   


Aécio e sua irmã, Andrea Neves, foram alvos de uma operação da Polícia Federal nesta manhã. Andrea, que atuava como sua assessora, foi presa por pedir dinheiro em nome do tucano. Um primo do senador, Frederico Pacheco de Medeiros, também foi detido por receber malotes de dinheiro. Além da troca na Presidência do PSDB, o partido avalia romper com o governo de Michel Temer, já que o presidente também apareceu nos áudios da JBS dando aval para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. Carlos Henrique Focesi Sampaio é um promotor de justiça. Aos 54 anos, o político é formado em Direito e ficará na liderança do PSDB temporariamente. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos