J&F recusa acordo de leniência de R$11 bilhões com MPF

SÃO PAULO, 20 MAI (ANSA) - O grupo J&F, que controla a JBS, não aceitou pagar R$11,2 bilhões para fechar um acordo de leniência com o Ministério Público Federal, que retirou sua proposta. O prazo foi finalizado às 23h59 desta sexta-feira (19).   


A primeira proposta dos procuradores era o pagamento de uma multa no valor de R$33,6 bilhões. Mas a Lei Anticorrupção de número 12.846/13 prevê descontos de até dois terços, o que fez o valor baixar.   


O MPF defendeu o pagamento de R$ 11,169 bilhões pela empresa, que seriam pagos em dez anos. O valor é equivalente a 5,8% do faturamento obtido pelo grupo econômico em 2016. Já os representantes da J&F propuseram pagar R$ 1 bilhão, o que equivale a 0,51% do faturamento registrado no período.   


Apesar do não fechamento do acordo, a empresa acordou com o MPF um acordo de colaboração, que foi homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O acordo de leniência abrange aspectos civis e de responsabilidade da empresa, enquanto o acordo de colaboração diz respeito a aspectos penais.   


No entanto, a J&F e o MPF ainda podem voltar a negociar um acordo de leniência. Este acordo ocorre em paralelo com o de delação. Se os termos propostos pelo MPF tivessem sido aceitos, esta seria a maior multa da história paga por uma empresa por atos de corrupção a apenas um governo. O maior acordo foi o do grupo Odebrecht, que incluiu a Braskem, fechado no ano passado. Desde a última quinta-feira (18), o STF está divulgando o conteúdo dos depoimentos de delação premiada dos diretores da JBS. As gravações revelaram diversas práticas ilícitas dos executivos, inclusive a admissão de pagamentos de propina ao ex-deputado Eduardo Cunha, que teve o aval do presidente Michel Temer, para silenciá-lo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos