Manifestantes tomam às ruas de Milão a favor de imigrantes

MILÃO, 20 MAI (ANSA) - Milhares de manifestantes se reuniram neste sábado (20) nas ruas de Milão em apoio aos diversos imigrantes que a Itália tem recebido.   

A iniciativa acontece após uma controvérsia política e reúne movimentos sociais, políticos, organizações culturais e grupos de trabalho para integração dos imigrantes. De acordo com as estimativas do assessor de Políticas Sociais de Milão, Pierfrancesco Majorino, há cerca de cem mil pessoas nas ruas.   

"Quem nasceu na Itália, estudou na Itália, é italiano. Eu estou aqui para defender a Constituição. É hora da Europa se tornar mais inclusiva", afirmou o presidente do Senado, Pietro Grasso. O ato também reuniu a ex-ministra das Relações Exteriores da Itália Emma Bonino e o prefeito de Milão, Giuseppe Sala. Durante a passeata, os barcos em que os imigrantes chegam às costas italianas também foram representados.   

"Eu quero ser o prefeito de uma cidade que pensa em crescer todos os dias para se tornar melhor e mais bonita, no entanto, este sucesso só pode estar associado à solidariedade", ressaltou Sala.   

Além disso, o prefeito explicou que deve haver "direitos para aqueles que chegam e direitos para aqueles que já estão aqui há algum tempo".   

Durante o ato, momentos de tensão foram registrados próximo à Praça da República, onde um grupo de militantes de vários centros sociais reivindicou a remoção da assessora de Segurança da Prefeitura, Carmela Rozza, do local. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos