Venezianos usam 'carne de porco' em protesto contra mesquita

ROMA, 21 MAI (ANSA) - Um grupo de moradores da cidade de San Stino di Livenza, na província de Veneza, se reuniu neste domingo (21) para protestarem contra a inauguração de uma mesquita, criada pela comunidade islâmica do local.   

O ato foi organizado por cerca de 40 pessoas, que como forma de manifestação fizeram um banquete com carne de porco assada e serviram para os presentes. Os muçulmanos não consomem a iguaria por conta de preceitos do Alcorão, o livro sagrado do islamismo.   

O protesto foi controlado pelas autoridades locais. No entanto, o líder religioso da nova mesquita, Bouchaib Tanji, afirmou que tinha convidado toda a população para a cerimônia. "Queremos que este lugar seja aberto para todos os cidadãos que estão interessados em aprender sobre o mundo e a cultura islâmica", disse.   

A inauguração do local também contou com a presença de aproximande 200 fiéis, do embaixador de Marrocos, Hassan Abouayoub, além do prefeito de San Stino, Matteo Cappelletto. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos