Casa onde Hugo Chávez nasceu é incendiada durante protesto

CARACAS, 23 MAI (ANSA) - Em meio à onda de violentos protestos contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, a casa onde o ex-presidente Hugo Chávez nasceu e passou parte da infância foi incendiada na noite desta segunda-feira (22).   

O incidente ocorreu em Barinas após os moradores locais se revoltarem com a morte de um jovem que protestava contra o governo. Além de queimarem a casa do líder bolivariano, os manifestantes atearam fogo nas sedes do Conselho Nacional Eleitoral e um instituto de moradia.   

Diversas ruas próximas à residência, que não pertence mais à família, foram bloqueadas com a queima de pneus e lixo por parte dos manifestantes.   

De acordo com o deputado opositor Freddy Superlano, além do jovem, outras quatro pessoas morreram em confrontos durante os protestos em Barinas, elevando para 57 o número de mortos nos últimos dois meses de protestos contra Maduro. Os números não foram oficializados por nenhum órgão. - Apelo do Vaticano: O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, voltou a fazer um apelo pela paz na Venezuela. Durante evento com cardeais, Parolin convidou a todos para "uma oração pela Venezuela e para todos os países do mundo que sofrem na própria carne com lacerações e conflitos". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos