MPF assina acordo de leniência com dona da JBS

SÃO PAULO, 05 JUN (ANSA) - O Ministério Público Federal assinou nesta segunda-feira (5) um acordo de leniência com a holding J&F, dona do frigorífico JBS e controlada pelos irmãos Joesley e Wesley Batista.   


O documento, que ainda precisa ser homologado pela Justiça, prevê o pagamento de multa de R$ 10,3 bilhões em 25 anos (R$ 432 milhões a cada 12 meses), com parcelas corrigidas pelo Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA).   


Desse total, R$ 8 bilhões serão destinados a órgãos lesados pelos crimes da J&F, e outros R$ 2,3 bilhões irão para projetos sociais. Além disso, Joesley sofrerá uma interdição de cinco anos de todos os cargos diretivos do grupo, que terá até 90 dias para entregar uma lista de todos os beneficiários de vantagens indevidas com foro privilegiado.   


As negociações para o acordo duraram várias semanas, já que a J&F oferecia pagar apenas R$ 1 bilhão. A leniência não tem relação direta com as delações premiadas de Joesley e Wesley, que causaram um terremoto político em Brasília e motivaram a abertura de um inquérito contra o presidente Michel Temer.   


Nesta segunda-feira, a Polícia Federal enviou 84 perguntas para o peemedebista, que é acusado de obstrução de Justiça, corrupção passiva e organização criminosa. Temer terá 24 horas para responder às questões. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos