Polícia descarta terrorismo em tiroteio em Orlando, nos EUA

NOVA YORK, 5 JUN (ANSA) - A Polícia de Orlando descartou que o tiroteio que deixou cinco mortos e sete feridos nesta segunda-feira (5) na área industrial da cidade tenha sido um ato terrorista.   

De acordo com o xerife Jerry Demings, o homem que abriu fogo no local era um ex-funcionário que havia sido demitido em abril e ele se matou após matar os ex-companheiros de trabalho. O homem, que não teve a identidade revelada, tinha um histórico de problemas dentro da empresa e havia sido acusado de agressão de funcionários. No entanto, ele não havia sido processado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos