Com estátuas restauradas, cemitério de Gênova atrai turistas

GÊNOVA, 6 JUN (ANSA) - O detalhe de um pequeno porta-moeda, dos cílios de uma bela, mas triste, mulher ou até das asas de um anjo estão muito mais definidos e repletos de vida após o término das recentes obras de restauração de várias esculturas do Cimitero Monumentale di Staglieno, em Gênova, um dos cemitérios mais impressionantes da Itália. Uma das obras que voltou a todo o seu esplendor original foi a "L'Angelo Nocchiero" ("O Anjo Timoneiro"), esculpida pelo grande artista italiano Giovanni Scanzi em cima da Tumba de Carpaneto e que foi muito admirada pela imperatriz Sissi, da Áustria, quando esta visitou o cemitério em 1893. Outros trabalhos recuperados são o busto do fundador do Instituto para Cegos e Invisuais da Itália, David Chiossone, o túmulo de Domenico Carli, a escultura da tumba dos irmãos Giovanni e Domenico Maino e do marquês Gian Carlo Di Negro.   


Nos últimos anos, mais de 50 estátuas, bustos e esculturas de Staglieno foram restauradas. As últimas, como a do "L'Angelo Nocchiero", foram apresentadas ao público em ocasião da Semana dos Cemitérios Históricos da Itália. Todas as obras de restauração, principalmente as mais recentes, puderam ser realizadas e concluídas graças à colaboração de mecenas privados e do "empenho do American Friends of Italian Monuments Sculpture [Afims]", afirmou Caterina Olcese, uma das historiadoras da arte da Superintendência de Gênova. Além da ajuda de entidades e de amantes da arte, a italiana também comentou sobre a importância das visitas guiadas, cujos ingressos são utilizados para as restaurações. Como o valor médio desses trabalhos nas maiores esculturas do cemitério é de 20 mil euros, qualquer tipo de arrecadação e de colaboração é importante e bem-vinda. O Cemitério de Staglieno também conta com os restos mortais de Giuseppe Mazzini, um dos revolucionários que promoveu a unificação italiana, e de outros nomes marcantes da cultura italiana, como Fernanda Pivano, Edoardo Sanguineti e Fabrizio de André. Localizado em cima de colinas, dono de uma bela vista da cidade e agora com mais esculturas e estátuas restauradas, o local, que até conta com um jardim projetado pelo arquiteto Carlo Barabino, é uma atração turística que merece ser visitada em Gênova.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos