Temer ganha mais 72h para responder a perguntas da PF

SÃO PAULO, 06 JUN (ANSA) - O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido da defesa de Michel Temer e deu mais tempo para o presidente responder a 82 perguntas enviadas pela Polícia Federal.   


O prazo havia terminado às 16h30 desta terça-feira (6), mas Fachin aceitou estender o limite até 17h da próxima sexta (9), alegando que a prorrogação não prejudicará o inquérito que investiga Temer por obstrução de Justiça, corrupção passiva e organização criminosa.   


As questões foram enviadas pela PF na tarde da última segunda-feira (5), e o peemedebista tem o direito de permanecer em silêncio. O interrogatório foi autorizado por Fachin e é resultado das delações premiadas dos executivos do frigorífico JBS. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos