Juventus renova contrato com Allegri até 2020

TURIM, 7 JUN (ANSA) - A Juventus anunciou nesta quarta-feira (7) em comunicado oficial a renovação do contrato do técnico italiano Massimiliano Allegri até junho de 2020.   


No site do clube, a Velha Senhora comemorou o novo vínculo válido por mais três temporadas e enfatizou a trajetória de crescimento do time na Itália e a consolidação de sua posição entre os maiores da Europa sob o comando de Allegri.   


De acordo com a imprensa local, o novo contrato entre a Juve e Allegri seria uma forma de ajustar o salário do treinador que já havia reivindicado um novo valor. Sua remuneração teria aumentada para 7 milhões de euros por ano com um bônus por cada conquisa alcançada.   


Desde que Allegri assumiu, em julho de 2014, a Juventus venceu seis títulos, sendo três no Italiano e três na Copa da Itálila, 97 partidas nas três competições nacionais (Italiano, Copa da Itália e Supercopa). No Campeonato Italiano, foram 84 vitórias, 17 empates e 13 derrotas.   


No cenário Europeu, o italiano levou o clube para disputar duas finais da Liga dos Campeões. No entanto, em ambas as vezes foi derrotado. O contrato de Allegri era válido até o fim da próxima temporada. Antes de ser técnico da Juve, ele comandou o Milan entre 2010 e 2014, tendo conquistado um Campeonato Italiano e uma Copa da Itália. No mesmo dia que o vínculo com o técnico se estendeu, a Juve aproveitou para lançar seu novo uniforme para 2017/2018. A nova camisa remete ao modelo de 1940.Segundo o clube, a ideia é unir a tradição e elegância no novo uniforme.   


Briga de Trânsito O técnico da Juve, Massimiliano Allegri, violou o código de trânsito da Itália, após ter uma briga com a polícia local em uma rodovia de Turim. A denúncia foi publicada nesta quarta-feira (7) pelo jornal italiano "La Stampa".   


Segundo a publicação, o treinador dirigia sem portar a carteira de habilitação e usando o celular. Além disso, quando foi parado, ele insultou os agentes com palavrões. O episódio, que teria ocorrido dias antes da final da Liga dos Campeões, não seria o primeiro de Allegri, que em 2010 teria tido problemas semelhantes em Livorno. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos