Lampedusa começa obras para novo estádio de futebol

ROMA, 7 JUN (ANSA) - A largada oficial das obras de construção do novo estádio de futebol da ilha de Lampedusa, localizada no sul da Itália e famosa por acolher milhares de imigrantes e refugiados todos os anos, foi dada nesta quinta-feira, dia 8, com a colocação da sua primeira parte do gramado por autoridades nacionais e locais. Esse marco foi presenciado pelo ministro do Esporte italiano, Luca Lotti; pela prefeita de Lampedusa e Linosa, Giusi Nicolini; pelo vice-presidente da Lega Nazionale Professionisti B, Andrea Corradino; e por Gianluigi Pocchi, trustee da ONG B Solidale Onlus. O "The Bridge - Un Ponte per Lampedusa" é um projeto que prevê a construção de um estádio na ilha, além do apoio às associações locais para as atividades esportivas, sociais, de ensino e de integração pelos próximos cinco anos. O objetivo é que o espaço possa se tornar o principal centro de "união" da cidade, permitindo que os jovens de times locais de futebol, os estudantes e os imigrantes que estiverem no centro de acolhimento da ilha se beneficiem de diversas oportunidades esportivas e, obviamente, de integração. "O papel social e também educativo do futebol vem hoje celebrado mais uma vez através deste projeto que apresentamos", disse Lotti durante a coletiva de imprensa no local. No campo, em setembro, acontecerá a terceira edição do campeonato AIC Camp para as crianças e jovens de Lampedusa. Já no futuro a AIC Onlus e a Lega B se empenharão para desenvolver atividades relacionadas ao futebol para os menores de maneira constante. O início das obras, simbolizado pela colocação do primeiro tapete de grama, fará com que os habitantes do município tenham até o outono europeu um campo de futebol de gramado natural/sintético de última geração, uma sala de jogos, outros espaços esportivos conectados e vestiários restaurados e melhorados.   


Já sua segunda fase contará com a instalação da iluminação, da arquibancada coberta e do segundo conjunto de vestiários e com a finalização da parte externa do estádio.   


O projeto tem vários parceiros, como a Enel Cuore, a Associazione Italiana Calciatori, através a AIC Onlus, e a Lega Nazionale Professionisti B. A iniciativa também poderá contar também com o apoio do Istituto per Il Credito Esportivo.   


Parte dos fundos necessários para o projeto, no entanto, vêm de uma campanha de crownfunding desenvolvida na plataforma Tifosy e do número solidário 45527, que estará ativo até o dia 3 de outubro e que foi concedido pelas companhias telefônicas TIM, Vodafone, Wind junto ao Infostrada e ao CoopVoce. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos