Após ataques,Irã prende mais de 40 terroristas ligados ao EI

ROMA, 9 JUN (ANSA) - As autoridades do Irã prenderam 41 terroristas suspeitos de terem ligação com o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) e conexão com os ataques realizados nesta semana em Teerã, informou o Ministério do Interior iraniano nesta sexta-feira (9).   

Em comunicado, o governo afirmou que a ação contou "com a ajuda de forças de segurança e das famílias dos suspeitos". "41 pessoas ligadas aos ataques e ao Estado Islâmico foram identificadas e presas em diferentes províncias", diz o texto.   

Além disso, na operação, que acontece principalmente na província de Kermanshah, na fronteira com o Azerbaijão, foram encontrados também uma "grande quantidade de armas, materiais para produzir bombas, cintos explosivos, documentos e equipamentos para comunicação", acrescentou a nota.   

De acordo com as autoridades iranianas, "a operação antiterrorismo continuará ainda ao longo da fronteira em busca de mais criminosos afiliados com as potências arrogantes e seus aliados regionais".   

Coordenada pela Guarda Revolucionária em parceria com a polícia local, as buscam acontecem dois dias depois da capital do Irã viver momentos de terror após dois suicidas ligados ao EI explodirem bombas no mausoléu do aiatolá Khomeini e no Parlamento iraniano.Os ataques deixaram ao menos 13 mortos e 52 pessoas feridas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos