Buffon diz que adiará aposentadoria se Juve vencer Champions

TURIM, 12 JUN (ANSA) - Após a emocionante saída de Francesco Totti do seu clube do coração, a Roma, foi a vez do goleiro da Juventus, Gianluigi Buffon, falar de aposentadoria. Em entrevista, o jogador italiano disse que se a Juve vencer a Champions League do ano que vem, ele prorrogará a sua despedida do futebol em um ano, ou seja, para 2019.   


"Se vencermos a Champions poderei pensar em prosseguir [no futebol] por um ano para participar de outras competições nas quais entraremos automaticamente", como a Supercopa da Uefa e o Mundial de Clubes, afirmou Buffon em entrevista ao "Sky Sport 24". Segundo Buffon, a possibilidade de ficar um ano a mais no clube partiu de um "pedido do presidente" do time de Florença, Andrea Agnelli. De acordo com o goleiro, ele jogará por mais um ano "com quase toda certeza, digamos 99,9%" dela. "Mas há um pacto com o presidente, um pedido de que se acontecesse alguma coisa de particular eu poderia atrasar em um ano a decisão de parar. Mas é muito difícil que isso aconteça", explicou, sorrindo, o capitão da "velha senhora". Na entrevista, Buffon também disse não sabe ao certo o que fará após se aposentar, afirmando que apenas no próximo ano "se verá qual caminho tomar e qual será o [seu] motivo para se levantar de manhã". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos