Carro autônomo do Google será substituído por Chrysler

ROMA, 14 JUN (ANSA) - A Waymo, empresa que controla os carros autônomos do Google, anunciou que irá aposentar um de seus principais símbolos, o pequeno automóvel "Firefly".   

O objetivo da mudança é integrar sua tecnologia autônoma em carros maiores e comerciais. Com a decisão, o novo veículo a ser testado será a versão da minivan Chrysler Pacifica.   

"Agora que mudamos para a próxima fase - deixando alguns cidadãos a usar nossos carros em suas vidas diárias - estamos prontos para retirar a frota Firefly e se concentrar na integração de nossa tecnologia em veículos como a Pacífica", explicou em nota a Waymo.   

Desde sua estreia em 2014, o "Firefly" "foi concebido como uma plataforma para experimentar e aprender, não para a produção em massa. A transição para uma frota de 600 minivans trará a oportunidade de mais pessoas usarem o carro autônomo, com mais velocidade", acrescentou.   

No entanto, os carros não serão demolidos. Durante os próximos meses, a Waymo deverá exibir o Firefly em eventos e exposições nos Estados Unidos e Reino Unido. O Google começou a testar sua tecnologia para esses veículos em 2009, com os modelos da Toyota. Desde então os automóveis percorreram mais de 2,4 milhões de quilômetros. Atualmente eles são testados nas ruas de Mountain View, cidade californiana; em Austin, Texas; em Kirkland, estado de Washington e em Phoenix, Arizona. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos