Moradores apontam falhas em operação de resgate em Londres

LONDRES, 14 JUN (ANSA) - Testemunhas e moradores do prédio Grenfell Tower, atingido por um incêndio de grandes proporções nesta madrugada (14) em Londres, criticaram as operações de segurança e os alarmes contra fogo. "Foram os gritos que me salvaram. O alarme contra incêndio não funcionou", contou Paul Munakr, um dos primeiros moradores que conseguiu escapar do edifício em chamas, localizado no bairro de Kensington.   

Munakr, que vivia no 7º andar do prédio, disse também que outros moradores pediram que as pessoas "não se jogassem pela janela".   

Mesmo assim, há relatos de moradores desesperados se lançando ao ar com crianças para tentarem se salvar.   

Testemunhas criticaram também a atuação das equipes de resgate.   

De acordo com a moradora Aysha, desde à 1h da manhã, quando o fogo coemçou, até às 4h, quando foi controlado, "os bombeiros ficaram olhando para o prédio, sem fazer nada, enquanto tudo queimava". "Estamos preocupados com uma família de amigos nossos que morava no 21º andar", contou a mulher. Os moradores do edifício disseram que os bombeiros pediram para que as pessoas ficassem paradas dentro do Grenfell Tower, à espera da chegada do resgate, o que não teria ocorrido. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos