Senado dos EUA aprova novas sanções contra Rússia

WASHINGTON, 14 JUN (ANSA) - Com 97 votos a favor e apenas dois contra, o Senado dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira (14) novas sanções contra a Rússia por causa de sua suposta interferência nas eleições presidenciais de 2016, vencidas por Donald Trump.   

As medidas têm como alvo setores cruciais da economia russa e pessoas que teriam participado dos ataques cibernéticos contra o Partido Democrata, cujo objetivo seria danificar a imagem de Hillary Clinton, adversária do magnata no ano passado.   

O pacote de sanções ainda precisa ser votado pela Câmara dos Representantes antes de chegar à mesa de Trump, que tem poder de veto. Em dezembro de 2016, as denúncias de envolvimento de Moscou no processo eleitoral norte-americano já haviam feito o então presidente Barack Obama expulsar 35 diplomatas russos.   

Atualmente, a Comissão de Inteligência do Senado conduz uma investigação sobre as suspeitas contra o Kremlin e um possível conluio entre a Rússia e membros da equipe de Trump. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos