Candidata francesa é agredida e desmaia em Paris

PARIS, 15 JUN (ANSA) - A candidata francesa Nathalie Kosciusko-Morizet, que concorre a uma vaga de deputada na Assembleia Nacional pelo partido Os Republicanos, foi agredida nesta quinta-feira (15) por um homem que tentou dar um tapa em seu rosto. Kosciusko-Morizet, de 44 anos e ex-ministra do Meio Ambiente, estava em um mercado a céu aberto em Paris quando foi agredida.   

O tapa foi tão forte que derrubou a candidata no chão e a fez perder os sentidos, permanecendo desmaiada por quase 30 minutos.   

O agressor, de cerca de 50 anos, também insultou verbalmente a candidata e lançou folhetos contra ela. O homem está foragido e a Promotoria de Paris abriu um inquérito por "violência voluntária". O primeiro-ministro da França, Edouard Philippe, foi até o hospital Cochin de Paris para prestar solidariedade à Kosciusko-Morizet, que recebeu atendimento no local. "Desejo uma rápida recuperação para minha amiga Nathalie Kosciusko-Morizet. Condeno este ato de violência insuportável", escreveu o premeir no Twitter.   

A líder do partido de extrema-direita Frente Nacional (FN), Marine Le Pen, também demonstrou solidariedade à candidata. A violência não pode ter espaço em uma campanha eleitoral. Esses comportamentos são sempre inadimissíveis", criticou.   

Nathalie Kosciusko-Morizet é uma das candidatas às eleições legislativas francesas, cujo segundo turno está marcado para o próximo domingo (18). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos