Com sarcasmo, Putin oferece asilo a ex-diretor do FBI

MOSCOU, 15 JUN (ANSA) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quinta-feira (15), em tom de brincadeira, que poderia oferecer asilo político ao ex-diretor do FMI James Comey, demitido pelo líder norte-americano, Donald Trump, por vazar informações sigilosas.   

"James Comey gravou conversas com o presidente Donald Trump e, através de um amigo, divulgou à imprensa. Qual a diferença entre ele e Edward Snowden? Podemos dar também a ele asilo aqui na Rússia", disse Putin. A declaração foi feita durante um programa de televisão chamado "Linha Direta", no qual cidadãos russos enviam perguntas a Putin uma vez por ano. Snowden é um ex-analista de sistemas da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA que divulgou uma série de programas secretos usados pelo governo para espionar e grampear conversas em todo o mundo. Em 2013, perseguido pela Justiça norte-americana, Snowden conseguiu asilo político na Rússia. Já Comey foi afastado do FBI por Trump em maio e estava na equipe de investigação que apura a possível interferência da Rússia nas eleições à Casa Branca em 2016. O ex-diretor acusa Moscou de agir para manipular resultados eleitorais e, Trump, de obstrução de Justiça. "Se um processo for aberto contra Comey, estamos prontos para oferecer asilo político na Rússia. Ele tem de saber disso", afirmou Putin para o diretor de FBI. "Comey acusou Moscou de interferir nas eleições, mas não forneceu provas", criticou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos