Com pouco interesse, Copa das Confederações começa sábado

SÃO PAULO, 16 JUN (ANSA) - Por Tatiana Girardi - A Copa das Confederações de 2017 começa neste sábado (17), na Rússia, em um momento de tensão política no país e sem o apelo internacional das edições anteriores.   


O clima festivo, que geralmente marca a competição, não é visto pelas ruas das cidades que hospedarão a competição e a nona edição arrisca ser um fiasco de público e de competitividade - além de acumular problemas de planejamento e segurança.   


Nesta semana, por exemplo, um protesto agendado contra o governo de Vladimir Putin causou a prisão de mais de mil opositores, acirrando as tensões para a segurança do evento. No ano que vem, os russos vão às urnas para eleições gerais e, apesar de não ter anunciado sua candidatura, Putin deve ganhar com facilidade o pleito - o que irrita ainda mais a oposição.   


Além disso, dois problemas com a Copa das Confederações afetaram a organização: a baixíssima procura por ingressos e os problemas no acerto das transmissão internacional da competição entre a Rússia e a Fifa.   


Durante a disputa da competição no Brasil, a média de torcedores por jogo da Copa das Confederações foi de pouco mais de 50 mil por jogo. No entanto, no último dado oficial divulgado pelo Comitê do evento, apenas 300 mil entradas haviam sido vendidas de um total de 696 mil colocadas à venda.   


Há apenas um jogo esgotado, Rússia e Portugal, no dia 21 de junho em Moscou. Nem as disputadas cerimônias de abertura e encerramento têm despertado interesse dos russos - e os jogos menos expressivos podem ter estádios completamente vazios.   


Já a transmissão dos jogos foi fechada na última semana apenas, garantindo assim que, ao menos, as partidas sejam transmitidos para os russos de maneira integral. Outro ponto que não anima muito os russos é o fato da Fifa ter optado por não ter as chamadas "fan fest", os locais onde são instalados telões para a transmissão das partidas e a reunião dos fãs que não tem ingressos.   


Somado a todos esses fatores, o risco de ataques terroristas -seja por extremistas islâmicos ou chechenos - continua alto no país, que sofreu com ações do tipo, recentemente, em Moscou e São Petersburgo.   


- Os jogos: No campo esportivo, pela primeira vez, a seleção brasileira não se classificou. A Copa das Confederações de 2017 reunirá as equipes de Rússia, Portugal, Nova Zelândia e México no grupo A e Alemanha, Austrália, Camarões e Chile no grupo B. Dos que conseguiram a vaga nesse ano, apenas o México já ganhou a competição.   


Brasil, quatro títulos, França, duas conquistas, e Argentina e Dinamarca, um título cada, não conseguiram vaga na Copa que reúne os campeões continentais.   


O torneio mantém o formato atual, com os dois primeiros colocados de cada grupo passando para a disputa das semifinais, em jogo único. Os vencedores disputam a final, também em partida única, no dia 2 de julho.   


No entanto, é esperado que as principais seleções da Copa das Confederações mandem seus "times B" para o evento, já que nenhuma das equipes está classificada para a Copa do Mundo de 2018 - com exceção, obviamente, dos donos da casa. O primeiro jogo da Copa das Confederações será realizado neste sábado (17) entre os anfitriões e a Nova Zelândia, às 12h (horário de Brasília), no estádio Krestovsky, em São Petersburgo - mesmo palco da final do torneio. As partidas serão disputadas em quatro sedes, que também serão usadas durante a Copa do Mundo do ano que vem: São Petersburgo, Kazan, Moscou e Sóchi. Mas, apesar de não participar da competição em campo, a seleção brasileira será representada por sua comissão técnica.   


De acordo com o coordenador técnico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Edu Gaspar, o analista de desempenho da equipe, Fernando Lázaro, vai acompanhar a competição desde o início e os demais membros da comissão - incluindo o técnico Tite - vão assistir as partidas semifinais e a final do torneio.   


A ideia de Gaspar é "se acostumar" com o clima da competição na Rússia.   


- Confira a tabela de jogos da 9ª edição da Copa das Confederações: Grupo A: 17/6 - às 12h - Rússia x Nova Zelândia; 18/6, às 12h, - Portugal x México; 21/6, às 12h, Rússia x Portugal; 21/6, às 15h, México x Nova Zelândia; 24/6, às 12h, México x Rússia; 24/6, às 12h, Nova Zelândia x Portugal; Grupo B: 18/6, às 15h, Camarões x Chile; 19/6, às 12h, Austrália x Alemanha; 22/6, às 12h, Camarões x Austrália; 22/6, às 15h, Chile x Alemanha; 25/6, às 12h, Alemanha x Camarões; 25/6, às 12h, Chile x Austrália.   


Semifinais serão disputadas nos dias 28 e 29 de junho, em partidas às 15h. A disputa do 3º lugar será no dia 2 de julho, às 9h, mesmo dia da final, que será jogada às 15h. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos