Juventus confirma morte de torcedora após tumulto em Turim

TURIM, 16 JUN (ANSA) - A Juventus confirmou nesta sexta-feira (16) a morte da torcedora italiana Erika Pioletti ocorrida em consequência dos ferimentos obtidos na confusão na praça San Carlo, em Turim, após a final da Liga dos Campeões.   


"A Juventus Football Club gostaria de expressar suas condolências sinceras pela morte de Erika". "Os eventos que ocorreram em Turim e as vítimas da cidade na tragédia de 3 de junho continuam nos corações e mentes de todos os envolvidos com o clube", diz o texto.   


Internada no hospital San Giovanni, Erika era uma das vítimas que estava em estado grave. Sua morte ocorreu na noite de ontem (15). Aos 38 anos, a italiana, natural de Domodossola, na região de Piemonte, sofreu um ataque cardíaco no meio da multidão no último dia 3 de junho, quando milhares de torcedores da Juventus estavam reunidos para assistir em um telão o jogo entre o clube italiano e o Real Madrid.   


A prefeita da cidade do norte da Itália, Chiara Appendino, se desculpou e declarou um dia de luto pela torcedora após visitar a família de Erika no hospital.   


Por sua vez, o ex-primeiro-ministro Matteo Renzi declarou que "o que aconteceu irá pesar sobre aqueles que são direta e indiretamente responsáveis$escape.getQuote().Ao todo, mais de 1,5 mil pessoas ficaram feridas, quase todas de maneira leve. A procuradoria de Turim abriu uma investigação para analisar o que aconteceu para provocar a correria. Até o momento há duas possibilidades: o estouro de um rojão ou a queda de uma grade provocaram um barulho tamanho que as pessoas que estavam na praça acharam que fosse um atentado terrorista. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos