Rainha visita vítimas de incêndio em Londres;mortos vão a 30

LONDRES, 16 JUN (ANSA) - O Reino Unido atualizou para 30 o balanço de vítimas no incêndio do prédio residencial Grenfell Tower, em Londres, e admitiu que será quase impossível identificar todos os corpos.   

De acordo com o chefe de operações da Scotland Yard, Stuart Cundy, alguns dos feridos morreram nos hospitais, o que elevou o número de vítimas da tragédia. Neste momento, 20 pessoas estão internadas ainda, muitas em estado grave. As autoridades temem que o número suba nos próximos dias, já que "é considerável" a quantidade de pessoas dadas como desaparecidas. Segundo a BBC, seriam 76.   

A rainha Elizabeth II e o príncipe William visitaram os feridos do incêndio na Grenfell Tower nesta manhã. A monarca conversou com vítimas da tragédia e com os voluntários que atuam nas buscas e ações de assistência.   

Para esta noite, está agendado um protesto diante do Parlamento em Londres contra o governo da primeira-ministra, Theresa May, e com a postura da política ao visitar o prédio. Na ocasião, May não conversou com os moradores, que desde 2013 fizeram denúncias de falhas na estrutura do edifício.   

O prédio, localizado no bairro de North Kensington, foi atingido por um incêndio na madrugada da última quarta-feira (14). O edifício possuía 24 andares e abrigava cerca de 400 a 500 moradores. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos