Autor de ataque em estação de Bruxelas era simpatizante do EI

BRUXELAS, 21 JUN (ANSA) - As autoridades da Bélgica anunciaram nesta quarta-feira (21) que o autor do atentado terrorista a uma estação central de Bruxelas era um marroquino de 36 anos simpatizante do grupo jihadista Estado Islâmico (EI).   

Segundo o porta-voz da procuradoria federal, Eric Van der Sypt, durante a investigação foram encontrados diversos materiais para fabricação caseira de explosivos.   

"O ataque poderia ter deixado vítimas, poderia ter sido muito pior. Está claro que queria causar mais danos do que provocou", disse o procurador.   

Na noite desta terça-feira (20), a Estação Central de Bruxelas foi evacuada após uma explosão causada pelo suposto terrorista, que gritou "Allahu Akbar", frase que significa "Deus é grande" e virou lema de extremistas islâmicos. Na ocasião, havia 10 passageiros ao redor do agressor.   

Durante o ataque, o marroquino detonou uma mala no mezanino da estação, antes de descer para as plataformas. Seu suposto colete explosivo não teria sido acionado. O suspeito, que foi morto por soldados, "foi identificado como O.Z., nascido em 20 de janeiro de 1981 e de nacionalidade marroquina", afirmou Van der Sypt.   

O porta-voz ainda disse que o homem não tinha ficha policial por atos relacionados ao terrorismo. A situação é "considerada uma tentativa de assassinato terrorista", completou Duas linhas de metrô que passam pela estação tiveram a circulação interrompida, mas nesta quarta voltou a funcionar normalmente. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos