STF autoriza inquérito contra Aécio por lavagem de dinheiro

SÃO PAULO, 22 JUN (ANSA) - O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta quinta-feira (22) a abertura de uma nova investigação contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), desta vez por lavagem de dinheiro.   


O inquérito foi solicitado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e se baseia nas delações premiadas dos executivos do frigorífico JBS. A suspeita é de que Aécio tenha tentado ocultar a origem dos R$ 2 milhões pedidos a Joesley Batista, um dos donos da empresa.   


Segundo o tucano, o dinheiro seria usado para pagar sua defesa nos processos da Lava Jato, mas a Polícia Federal diz que parte do montante foi parar em uma firma de Gustavo Perrella, filho do senador Zeze Perrella (PMDB-MG).   


Aécio já é alvo de nove inquéritos no STF: cinco relacionados às delações da Odebrecht, dois ligados à JBS e outros dois nascidos de denúncias do senador cassado Delcídio do Amaral. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos