Deslizamento soterra mais de 120 pessoas na China

PEQUIM, 24 JUN (ANSA) - Mais de 120 pessoas estão desaparecidas na China após um deslizamento de terra atingir 40 residências na cidade de Mao, província de Sichuan, neste sábado (24). A terra se soltou de uma montanha no vilarejo de Xinmo por volta das 6h locais. As equipes de resgate acreditam que três milhões de metros cúbicos de barro e rocha tenham sido deslocados neste desmoronamento, que bloqueou até um rio por uma extensão de dois quilômetros. A província de Sichuan, no sudeste da China, tem sofrido com fortes chuvas nos últimos dias. Em Mao, há 110 mil habitantes e o vilarejo de Xinmo é um ponto turístico. Ainda não se sabe se entre os 120 desaparecidos há estrangeiros e viajantes. As equipes de resgate, que atuam no local com mais de 400 agentes, conseguiram tirar dos escombros dois sobreviventes e recuperar cinco corpos, mas 120 pessoas ainda estão soterradas. Anteriormente, as autoridades tinham falado em 141 desaparecidos, mas reduziram para 120. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos