Guerrilha colombiana do ELN liberta jornalistas holandeses

BOGOTÁ, 24 JUN (ANSA) - O grupo guerrilheiro Exército de Libertação Nacional (ELN) libertou na madrugada deste sábado (24) os dois jornalistas holandeses que tinham sido sequestrados há quase uma semana. Nas redes sociais, o governo da Colômbia, que atualmente mantém uma negociação de paz com o ELN, confirmou que a libertação ocorreu em uma zona rural de Catatumbo, no estado de Santander. Os jornalistas são Derk Johannes Bolt, de 52 anos, e Eugenio Ernest Marie Follender, de 68 anos. O Ministério de Relações Exteriores da Holanda comemorou a soltura e informou que os jornalistas "esão muito bem, considerando as circunstâncias". Ontem, o ELN tinha anunciado que os holandeses já haviam sido libertados, mas depois corrigiu a informação. A única guerrilha ativa atualmente na Colômbia pediu "desculpas" por anunciar a libertação sem ter confirmado-a com "canais internos" e garantiu que os holandeses estavam em "pefeitas condições". Follender e Bolt são jornalistas do programa "Spoorloos", que ajuda holandeses adotados a encontrarem suas famílias biológicas pelo mundo. "Pensamos que era um assalto, porque os sequestradores pediram para entregarmos as câmeras", contou Bolt. "Mas eles foram amáveis, trataram-nos com respeito, muito bem, como amigos", relatou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos