Nobel da Paz Liu Xiaobo é solto na China para tratar câncer

PEQUIM, 26 JUN (ANSA) - O dissidente e prêmio Nobel da Paz Liu Xiaobo foi solto pelas autoridades da China para cumprir liberdade condicional, pois enfrenta um câncer de fígado em estágio terminal. A notícia foi confirmada pelo advogado de Liu, Mo Shaoping, nesta segunda-feira (26). O Prêmio Nobel está, agora, internado em um hospital de Shenyang, em condições estáveis. "Não tenho nenhum plano especial. Ele está apenas recebendo tratamento por sua doença", informou o advogado. Um dos principais opositores e críticos ao governo chinês, Liu Xiaobo foi condenado em 2009 a 11 anos de prisão por promover a "Carta08", movimento que pedia a democratização do sistema político local. Ele venceu o Nobel da Paz em 2010, o que enfureceu ainda mais as autoridades de Pequim. Naquela época, o Ministério das Relações Exteriores da China disse que o Nobel havia sido concedido a um "criminoso". Como já estava preso, o dissidente não compareceu à entrega do prêmio em Oslo e foi representado por uma cadeira vazia. Aos 61 anos de idade, Liu Xiaobo foi diagnosticado com câncer de fígado no último mês de maio. Além de ativista, ele é professor, escritor e intelectual. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos