Por falta de tornozeleira, ator italiano continua na prisão

NÁPOLIS, 26 JUN (ANSA) - O ator italiano Domenico Diele, que foi preso por ter atropelado e matado uma mulher em Montecorvino Pugliano, na região da Campânia, no último sábado (24), continuará no presídio de Fuorni, em Salerno, pela falta de disponibilidade de tornozeleiras eletrônicas. No fim de semana passada, o juiz de inquérito preliminar do caso, Fabio Zunica, havia permitido a transferência do ator para Roma, onde vive atualmente, em regime de prisão domiciliar apenas se o ator usasse uma tornozeleira eletrônica.   

No entanto, como a ANSA descobriu, o aparelho não está disponível no momento e poderão se passar alguns dias até que um deles chegue até o cárcere do sul da Itália. Agora falta que Zunica anuncie se permite ou não a transferência do ator para prisão domiciliar na capital romana até que uma tornozeleira se torne disponível, o que demandará rigorosos controles de segurança da polícia se aceito. Diele atropelou e acabou matando Ilaria Dilillo, que estava voltando para sua casa após passar a noite curtindo com amigos quando sua moto foi atingida pelo carro do ator. De acordo com a polícia italiana, o artista estava sob efeito de drogas no momento do crime. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos