Trump quebra tradição de 20 anos e cancela jantar de Ramadã

WASHINGTON, 26 JUN (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quebrou uma tradição de 20 anos e não ofereceu um jantar na Casa Branca em comemoração ao fim do Ramadã, o mês sagrado islâmico. O magnata republicano e a primeira-dama Melania apenas emitiram uma declaração no sábado (24) desejando "saudações calorosas" para os muçulmanos que celebravam o feriado de Eid al-Fitr. "Os muçulmanos nos Estados Unidos se juntaram aos de todo o mundo durante o mês sagrado do Ramadã para se concentrar em atos de fé e de caridade", disse o casal. A tradição de oferecer um jantar ao fim do Ramadã foi iniciada no governo de Bill Clinton e durou pelas gestões de George W.Bush e Barack Obama. Trump, que assumiu a Presidência em janeiro, já anunciou uma série de medidas contra muçulmanos, banindo a entrada de cidadãos de países considerados polos de terrorismo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos