Após quase 30 anos, Sony voltará a produzir discos de vinil

ROMA, 30 JUN (ANSA) - Quase 30 anos depois, a Sony voltará a produzir discos de vinil. O braço musical da companhia, a Sony Music Entertainment, anunciou que abrirá uma fábrica no Japão em março do próximo ano especialmente para este fim. A multinacional havia parado a produção própria dos LPs em 1989, quando o formato CD começou a ganhar força do mundo da música, em grande parte devido aos esforços de modernização da empresa japonesa.   


No início deste ano, a revista "Billboard" já havia dito que a Sony teria instalado um maquinário destinado a cortar vinis na sua filial de Tóquio, um possível primeiro passo para seus planos futuros. Segundo boatos recentes, os primeiros vinis que serão fabricados no Japão pela companhia deverão ser de artistas locais, ou seja, japoneses. Os planos da Sony seguem uma série de iniciativas recentes de empresas que já perceberam o aumento na demanda desses produtos.   


Neste ano, diversas novas empresas que produzem seus próprios LPs nasceram nos Estados Unidos, de Detroit a Miami. Já na Europa, a República Tcheca e a Holanda são os países que lideram em quantidade as novas etiquetas independentes de música. A venda de vinis do Japão já chegou a cerca de 800 mil unidades no ano passado, o que seria oito vezes a demanda em 2010, de acordo com informações da indústria musical local. Já no Reino Unido, as vendas de LPs cresceram em 53% para um total de 3,2 milhões de unidades. E os EUA, contam com o número espantoso de 17,2 milhões de vinis comprados em 2016. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos