Centro da Apple em Nápoles tem 1ª turma de formados

NÁPOLES, 30 JUN (ANSA) - Os primeiros 100 alunos que ingressaram em outubro no primeiro Centro de Desenvolvimento de Aplicativos Apple da Europa que fica na Universidade de Nápoles, na Itália, receberam seus diplomas nesta quinta-feira (29), se tornando a primeira turma formada do curso.   

"Nápoles se tornou parte da equipe da Apple graças ao compromisso da Região da Campania e da Universidade Federico II.   

É extraordinário abrir uma academia aqui", afirmou Lisa Jackson, vice-presidente da Apple. Segundo a executiva, as pessoas "foram selecionadas entre 4 mil candidatos e graças ao conhecimento adquirido será possível colher os frutos na indústria mais importante da atualidade". "Os jovens estão graduados hoje! Agora podem operar por conta própria, trabalhando com as grandes empresas. No mundo de hoje o que vale é a experiência e estes jovens foram treinados para ver a importância do compromisso entre a Federico II e a Apple", ressaltou o reitor da Universidade de Nápoles, Gaetano Manfredi.   

Durante o primeiro ano da iniciativa, os estudantes participaram de um curso de nove meses de duração projetado e apoiado pela Apple. No primeiro semestre, os cursos tiveram como objetivo o de melhorar e elevar as qualidades dos alunos em relação ao desenvolvimento de softwares. Já no segundo, os estudantes ficaram focados na criação de start ups e de aplicativos, que poderão eventualmente ser enviados à App Store.   

A turma gerou um app "para as pessoas com necessidade, que graças a ele será capaz de melhorar o estilo de vida e o modo de viver das pessoas. Hoje existem milhões de aplicativos e nunca imaginamos o impacto deste na população, tornando a vida mais fácil".   

Na próxima segunda-feira (3), novos testes serão realizados para a seleção de outra turma. O curso é aberto para estudantes de todo o mundo, mas antes é necessário passar pelo processo que será aplicado em Munique, Paris, Londres, Madri, Roma e Nápoles.   

A previsão é que a partir de setembro uma nova área, de aproximadamente 4 mil metros quadrados, seja aberta na universidade. Atualmente, a estrutura já conta com laboratórios e acesso aos produtos e softwares mais modernos da companhia de Cupertino.   

Em outubro deste ano, outros 100 alunos, que iniciaram o curso em janeiro, receberão seus diplomas. Além disso, mais 400 estudantes vão ingressar no Centro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos