Começa julgamento por desastre nuclear em Fukushima

TÓQUIO, 30 JUN (ANSA) - Começou nesta sexta-feira (30) o processo contra três ex-dirigentes da empresa Tokyo Electric Power Company (Tepco) pelo desastre nuclear de Fukushima, ocorrido em 2011.   

O ex-mandatário da companhia Tsunehisa Katsumata, 77 anos, e os ex-vice-presidentes Sakae Muto, 67, e Ichiro Takekuro, 71, são acusados de negligência antes do vazamento, que até hoje mantém dezenas de milhares de pessoas evacuadas por causa da contaminação radioativa na região.   

O desastre foi causado após um tsunami - provocado por um terremoto de magnitude 8.9 na escala Richter - ter atingido a central nuclear de Fukushima, administrada pela Tepco.   

Inicialmente, a diretoria da empresa fora isentada de culpa, mas o processo acabou reaberto por iniciativa de uma comissão de cidadãos independentes que denunciavam a companhia desde 2012.   

No primeiro dia do julgamento, os três réus afirmaram que era impossível prever o tsunami que atingiria a central nuclear, argumento que está no centro do processo. Já a acusação alega que os ex-executivos tinham acesso a documentos e estudos sobre o risco de ondas gigantes causarem graves incidentes na usina.   

"Eles mantiveram os reatores ligados sem tomar nenhuma medida de precaução. Se eles tivessem cumprido suas responsabilidades, o desastre nunca teria acontecido", afirmou o promotor do caso. A causa é julgada pela Corte Distrital de Tóquio, que deve demorar mais de um ano para emitir sua sentença.   

A tragédia nuclear de Fukushima é considerada a maior do tipo desde o vazamento na central de Chernobyl, na então União Soviética, em 1986. O julgamento de Katsumata, Muto e Takekuro é o primeiro contra ex-diretores da Tepco por causa da catástrofe.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos