Parlamento da Alemanha legaliza casamento gay no país

BERLIM, 30 JUN (ANSA) - O plenário do Bundestag, a Câmara dos Deputados da Alemanha, aprovou nesta sexta-feira (30) um projeto de lei que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo no país. A nova lei, que ainda precisa ser ratificada pela Câmara Alta do Parlamento para entrar em vigor, o que deve acontecer até o fim do ano, vai conceder aos homossexuais o direito à adoção.   

A decisão foi apoiada por 393 deputados, recebeu 226 votos contrários e quatro abstenções. A iniciativa, liderada pelos social-democratas, rompe um acordo de coalizão com os conservadores da chanceler Angela Merkel.   

Merkel, que busca seu quarto mandato durante a eleição nacional no dia 24 de setembro, foi contra o projeto, mas ponderou: "Eu espero que a votação de hoje não apenas promova respeito entre as diferentes opiniões, mas também traga mais coesão social e a paz "Para mim, o casamento é, segundo nossa Constituição, uma união entre um homem e uma mulher. Por isto votei contra o projeto de lei", afirmou a chanceler à imprensa.   

Em nome da União Democrata Cristã (CDU), o líder do grupo parlamentar, Volker Kauder, se transformou em porta-voz dos que defendem que "o casamento é a união entre um homem e uma mulher", mas disse respeitar seus companheiros que têm opinião diferente.   

Com a decisão, a Alemanha se unirá aos 20 países ocidentais, entre eles 13 europeus, que já legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Berlim aprovou em 2001 uma união civil que concede os mesmos direitos que o casamento, com exceção de algumas vantagens fiscais ou no que diz respeito à adoção.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos