FIA decide não punir Vettel por acidente com Hamilton em Baku

ROMA, 3 JUL (ANSA) - A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu não punir o piloto alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, pelo incidente com Lewis Hamilton, da Mercedes, durante o Grande Prêmio do Azerbaijão de Fórmula 1. Vettel, que completa 30 anos nesta segunda-feira (3), passou o dia na sede da entidade debatendo sobre o caso.   


As primeiras informações da reunião apontam que o ferrarista admitiu sua responsabilidade na colisão e pediu desculpas pelo ocorrido durante a prova do dia 25 de junho. Por conta disso, a FIA informou em nota que o caso foi encerrado.   


"A Ferrari observa as desculpas do piloto e os compromissos pessoais assumidos para proteger a imagem do esporte e confirma o próprio apoio às iniciativas da FIA, com a qual compartilha os mesmos objetivos e valores", emitiu em nota a escuderia.   


Vettel bateu propositalmente em Hamilton durante a corrida de Baku no momento em que o Carro de Segurança estava na pista. Ele ficou irritado porque o inglês reduziu a velocidade e causou uma colisão leve entre os dois carros.   


Por conta do episódio, ainda durante a corrida, o alemão tomou uma punição de "stop & go" de 10 segundos, que lhe custou a vitória na prova, já que Hamilton teve um problema com o protetor para a cabeça do carro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos