Morre Chuck Blazer, delator do esquema de corrupção na Fifa

NOVA YORK, 13 JUL (ANSA) - Morreu na noite desta quarta-feira (12), aos 72 anos, o ex-dirigente esportivo norte-americano Chuck Blazer. O cartola foi o principal responsável por revelar o esquema de corrupção existente na Fifa em 2015, que levou à queda dos maiores representantes da entidade em todo o mundo, incluindo o então presidente Joseph Blatter.   


Apesar da causa da morte não ter sido revelada, Blazer sofria há anos com um câncer no reto, além de ter problemas cardíacos e lutar contra a diabetes. A mídia norte-americana informa que ele faleceu em Nova Jersey.   


Blazer fez acordos de delação com a justiça norte-americana em 2011 na época em que ainda era o "número 2" da Confederação de Futebol da América do Norte, América Central e Caribe (Concacaf). Ele ficou no posto entre 1990 e 2011 e também foi membro do Comitê Executivo da Fifa entre os anos de 1997 e 2013.   


O ex-dirigente precisou responder a crimes de corrupção e uso de fundos da Concacaf para manter seu luxuoso e excêntrico estilo de vida. Ele ainda confessou ao FBI ter recebido propina para votar a favor da França e da África do Sul nas eleições para as sedes das Copas do Mundo de 1998 e 2010.   


No entanto, ele conseguiu evitar a prisão em regime fechado por conta da delação e da devolução de US$ 11 milhões em impostos não pagos. Na esfera esportiva, foi banido do futebol mundial pela própria Fifa. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos