Casal suíço desaparecido há 75 anos é encontrado congelado

ROMA, 18 JUL (ANSA) - Corpos de um casal desaparecido há 75 anos na Suíça foram encontrados congelados nos alpes. Os cadáveres estão perfeitamente preservados, foram encontrados juntos e ainda vestindo as roupas de 1942. No dia 15 de agosto de 1942, Marcelin e Francine Dumoulin, pais de sete filhos, saíram de sua casa no municípío de Chandolin, na Suíça, e nunca mais foram vistos. Na semana passada, um homem encontrou os corpos congelados perto de uma pista de ski do resort Les Diablerets, a 2.615 metros de altitude. Os dois corpos foram levados para testes de DNA, que comprovaram a identidade do casal.   

Marcelin era sapateiro e na época tinha 40 anos, já Francine trabalhava como professora e tinha 37 anos. Uma das filhas do casal, Marceline Udry-Dumoulin afirmou ao jornal "Le Matin" que a família passou "a vida inteira procurando por eles". Ainda segundo Marceline, eles poderão, finalmente, receber "o funeral que merecem". Com o sumiço dos pais, as sete crianças foram separadas e criadas por famílias diferentes.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos