Procurador autoriza depoimento de Trump Jr. no Senado

WASHINGTON, 18 JUL (ANSA) - O procurador especial do caso "Russiagate", Robert Mueller, deu aval à convocação de Donald Trump Jr., filho mais velho do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para testemunhar na Comissão de Justiça do Senado sobre seu encontro com uma advogada russa.   

A informação é da rede "CNN", que cita a senadora democrata Dianne Feinstein, integrante do comitê. Mueller também autorizou a convocação de Paul Manafort, ex-chefe de campanha de Trump.   

Em junho de 2016, Trump Jr. recebeu a advogada russa Natalia Veselnitskaya nos Estados Unidos, em encontro que também contou com a presença de Manafort e do genro do presidente, Jared Kushner.   

A reunião foi intermediada pelo publicitário britânico Rob Goldstone e por Emin Agalarov, filho de um bilionário próximo ao mandatário da Rússia, Vladimir Putin. Como o próprio Trump Jr.   

admitiu ao divulgar os emails sobre o episódio no Twitter, seu objetivo era obter informações que comprometessem Hillary Clinton.   

Mueller foi nomeado para comandar a investigação que apura suspeitas de interferência de Moscou nas eleições do ano passado após a repentina demissão do então diretor do FBI, James Comey, no último mês de maio.   

Trump Jr. alega que o encontro com Veselnitskaya não resultou em nada, e o presidente afirma que seu filho é "inocente" e agiu de forma "transparente". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos