Ministro de Assuntos Regionais da Itália pede demissão

ROMA, 19 JUL (ANSA) - O ministro para Assuntos Regionais da Itália, Enrico Costa, anunciou sua demissão do cargo nesta quarta-feira (19) em uma carta oficial enviada ao primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni.   

No documento, Costa aponta suas motivações para a saída e disse que tem "a convicção de que seja o momento de trabalhar em um programa político de amplo respiro que reúna as forças liberais que por décadas encarnaram aspirações, ideais, valores, interesses de milhões de italianos que sempre rejeitaram soluções extremistas e demagógicas".   

Costa ainda lembra na carta que não concordou com alguns dos projetos do governo Gentiloni, como o da nova lei da cidadania para crianças e as mudanças no processo penal, mas elogiou a postura do também presidente do Conselho de Ministros.   

"Tu, caro presidente [Gentiloni], sempre respeitou as minhas ideias. Nunca me impôs visões e nunca me pediu para renunciar às minhas convicções. Eu o admiro muitíssimo. Mas, não posso fazer de conta que não vejo aqueles que veem um conflito entre o meu papel e o meu pensamento. Como não quero criar problemas ao Governo renuncio ao meu papel e mantenho meu pensamento", escreveu ainda Costa.   

Ao final do documento, ele deseja "um bom trabalho" ao premier e a todos os membros do governo. Agora, será o próprio Gentiloni quem assumirá interinamente o Ministério, informam fontes do Palácio Chigi.   

De acordo com a mídia italiana, a saída do ministro também tem a ver com o fato de que o ex-premier Silvio Berlusconi, que lidera o partido de direita Força Itália e faz oposição ao Partido Democrático de Gentiloni, tenha feito uma proposta para Costa entrar em sua sigla. Atualmente, o agora ex-ministro pertence à sigla Novo Centro-Direita (NCD). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos