Itália confirma Palermo como capital da cultura em 2018

ROMA, 21 JUL (ANSA) - O Conselho dos Ministros da Itália, órgão presidido pelo premier Paolo Gentiloni, confirmou nesta sexta-feira (21) o título de "capital italiana da cultura em 2018" para Palermo, maior município da região da Sicília.   


O status é concedido desde 2015, por iniciativa do Ministério dos Bens Culturais, que durante um ano patrocina iniciativas para valorizar e desenvolver o patrimônio artístico e cultural de determinada cidade.   


Desde sua criação, o título já foi dado a municípios como Mântua, na Lombardia (2016), e Pistoia, na Toscana (2017). A designação de Palermo havia sido feita em janeiro, mas só agora a escolha foi oficializada.   


Capital da Sicília, a cidade é a quinta mais populosa da Itália e apresentou um "projeto original e de grande respiro humanitário", segundo o governo. Um dos pilares da candidatura palermitana e a realização da "Manifesta 12", bienal de arte contemporânea que, em 2018, acontecerá no município siciliano.   


Além disso, Palermo tem recebido cada vez mais turistas, canalizando fluxos que antes tinham como destino o conturbado norte da África. Outro impulso veio da Unesco, que em 2015 tombou alguns monumentos, incluindo sua catedral, como patrimônios mundiais da humanidade.   


Ao escolher Palermo, a Itália também aumenta as atenções sobre uma das cidades mais importantes do Mediterrâneo, teatro de uma crise migratória que se agrava a cada ano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos