Telecom Italia anuncia saída de Cattaneo do cargo de CEO

MILÃO, 21 JUL (ANSA) - A Telecom Italia, dona da TIM, anunciou nesta sexta-feira (21) que o CEO Flavio Cattaneo, no cargo desde abril de 2016, deixará a função.   

A decisão acontece pouco menos de dois meses depois de o grupo ter trocado seu presidente, com a entrada de Arnaud de Puyfontaine, CEO da francesa Vivendi, sua principal acionista, no lugar de Giuseppe Recchi.   

Por meio de uma nota, a Telecom Italia informou a convocação de seu "comitê de nomeações e remunerações" e de seu conselho de administração, na próxima segunda-feira (24), para examinar a "proposta de definição consensual da relação entre a empresa e o doutor Cattaneo".   

Cifras oficiais ainda não foram reveladas, mas o CEO deve embolsar cerca de 30 milhões de euros com sua saída, que só será consumada na próxima sexta (28), após a apresentação dos resultados semestrais da companhia.   

Em 2016, Cattaneo ajudou a Telecom Italia a obter um lucro líquido de 1,8 bilhão de euros, após ter tido um prejuízo de 75 milhões no ano anterior. O executivo havia sido reconduzido ao cargo de CEO no início de maio, depois de a União Europeia ter autorizado a Vivendi a deter o controle do grupo italiano, do qual possui uma fatia de 23,94%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos