Hackers invadem sistema de um dos maiores bancos da Itália

ROMA, 26 JUL (ANSA) -O banco italiano UniCredit foi alvo de um ataque de hackers que afetou dados de 400 mil clientes, de acordo com um anúncio feito pela própria instituição financeira nesta quarta-feira (26). O UniCredit relatou que os dados violados são de correntistas italianos, mas que nenhuma informação acessada pelos hackers permite a realização de transações financeiras. A suspeita é de que os hackers tenham copiado apenas dados pessoais, de cadastros, e códigos Iban, e que o acesso ao sistema tenha ocorrido através de um parceiro comercial no exterior.   

O UniCredit assegurou que as informações colhidas pelos hackers não dão acesso às contas correntes e nem autorizam movimentações bancárias. Mesmo assim, a instituição não fará contatos telefônicos e nem enviará correspondências aos clientes que foram vítimas, como forma de proteger o sigilo. As autoridades italianas foram informadas do ataque, que está sendo investigado pela Promotoria de Milão. O banco também instituiu uma auditoria interna e reforçou medidas de segurança para impedir novos ataques. O sistema do UniCredit já foi violado em setembro e outubro de 2016, mas o banco percebeu que era alvo de um novo ataque entre junho e junho de 2017. O UniCredit foi fundado em 1473 e atualmente é o maior banco da Itália, além de estar entre os conglomerados mais importantes da Europa, operando em 22 países, com 40 milhões de clientes.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos