Premier do Paquistão renuncia após decisão da Suprema Corte

ROMA, 28 JUL (ANSA) - O primeiro-ministro do Paquistão, Nawaz Sharif, renunciou ao cargo nesta sexta-feira (28) após a Corte Suprema do país "desabilitá-lo" do posto por uma série de denúncias de corrupção.   

O caso envolve Sharif e sua família no escândalo revelado pelo chamado "Panama Papers", de 2015, que mostrou que ele tinha empresas offshore não declaradas em paraísos fiscais. O agora ex-premier sempre negou as acusações e alegou inocência.   

A decisão da Suprema Corte foi unânime e os cinco magistrados afirmaram que ele não poderia mais permanecer no cargo.   

Essa não é a primeira vez que um premier é removido de seu posto. Em 2012, o então primeiro-ministro Yusuf Raza Gilani também foi retirado por conta de problemas judiciais. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos