Autor de ataque em Hamburgo era solicitante de refúgio

BERLIM, 29 JUL (ANSA) - O autor do ataque que matou uma pessoa em um mercado de Hamburgo, na Alemanha, entrara no país como solicitante de refúgio.   

Na última sexta-feira (28), o homem, um cidadão de 26 anos originário dos Emirados Árabes Unidos, esfaqueou seis clientes de uma unidade da rede Edeka, matando um alemão de 50.   

A Polícia de Hamburgo confirmou neste sábado (29) que o agressor é "radicalizado", mas não era considerado um "elemento perigoso" pelas autoridades. Além disso, os investigadores não detectaram ligações com o grupo terrorista Estado Islâmico.   

"Acredita-se que ele tenha agido sozinho", disse a Polícia, acrescentando que o árabe, que está sob custódia, fala corretamente o norueguês, o sueco e o inglês. Ele entrara na Alemanha em março de 2015, registrando-se em Dortmund, onde apresentara o pedido de refúgio, que acabou negado.   

Em seguida, esteve em países como Suécia, Noruega e Espanha, antes de voltar ao território alemão. Segundo a imprensa local, o árabe tinha "contatos com ambientes salafistas" - muçulmanos sunitas ultraconservadores -, tinha "problemas psicológicos" e usava drogas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos