Reino Unido pode encerrar livre-circulação em 2019

LONDRES, 31 JUL (ANSA) - A livre-circulação de europeus pelo Reino Unido será encerrada em março de 2019, disseram hoje (31) porta-vozes da primeira-ministra britânica, Theresa May. Esta é uma das mudanças que mais preocupa quem vive ou trabalha no Reino Unido desde que o país aprovou a sua saída da União Europeia (UE), no chamado "Brexit". O tema também tem gerado polêmica dentro do governo de May, que se dividiu nas propostas apresentadas para regular o trânsito de cidadãos europeus pelo Reino Unido depois que o país se dissociar completamente da UE. Uma proposta prévia da secretária do Interior, Amber Rudd, apresentava um período transitório de três anos, após a conclusão das negociações sobre o Brexit, durante o qual os cidadãos pudessem circular livremente pelos territórios. A ideia, no entanto, foi duramente criticada pelo secretário de Comércio Internacional de Londres, Liam Fox, que acusou o gabinete de May de o deixar fora das decisões sobre o Brexit.   

Além disso, o ministro das Finanças, Philip Hammond, também criticou a proposta. Em entrevista ao jornal francês "Le Monde", ele disse que o país não iria se transformar em um paraíso fiscal após o Brexit. Já os líderes europeus exigem que o Reino Unido cumpra os acordos e respeite a livre circulação de pessoas, de capital e bens e serviços durante toda a fase de negociações. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos