Clooney e Amal ajudarão 3 mil crianças sírias no Líbano

SÃO PAULO, 1 AGO (ANSA) - O casal George e Amal Clooney afirmaram nesta segunda-feira (31) que planejam ajudar cerca de três mil crianças sírias refugiadas a irem para escola neste ano no Líbano. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), há 200 mil menores fora do sistema de ensino no país.   

"Milhares de jovens refugiados sírios estão em risco: o risco de nunca ser parte produtiva da sociedade. A educação formal pode ajudar a mudar isso", disseram Amal e Clooney em comunicado.   

A educação das crianças será financiada por meio de uma associação de US$ 2,25 milhões anunciada pela "The Clooney Foudation for Justice" em parceria com o Google, além de um subsídio de tecnologia de US$1 milhão da companhia HP.   

A associação junto com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e o Ministério da Educação do Líbano têm o objetivo de abrir sete escolas públicas para educar crianças que não estão matriculadas em instituições de ensino.   

Além disso, segundo o casal, a ideia é apoiar um programa piloto de ferramentas tecnológicas nesses centros para crianças sírias refugiadas e libaneses. "Não queremos perder uma geração inteira porque tiveram o azar de ter nascido no lugar errado, no momento errado", acrescentaram.   

O Líbano é um dos países que abriga mais de um milhão de refugiados sírios, incluindo quase 500 mil crianças. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos