Kubica celebra volta às pistas em treino coletivo da F1

ROMA, 2 AGO (ANSA) - Após seis anos, o piloto polonês Robert Kubica, 32 anos, voltou a guiar um carro atual da Fórmula 1 durante a sessão de testes coletivos na Hungria nesta quarta-feira (2). Com sua Renault, ele marcou o sétimo tempo do dia, com 1m19s681, em dia que teve a liderança da Ferrari de Sebastian Vettel.   


"Fiz uma coisa que considerava improvável. Mas, os últimos testes antes desse que fiz aumentaram a confiança em mim mesmo e, a partir daquele momento, eu esperei ter essa chance e testar o carro de 2017", disse Kubica lembrando dos testes que fez recentemente com carro de outra temporada.   


"Ter essa oportunidade aqui, logo depois do GP da Hungria, foi algo muito especial e sou muito agradecido à Renault por ter me dado essa possibilidade de poder andar em um carro da F1. Sei que precisarei me readaptar muitas coisas, mas depois, de maneira gradual, tentarei andar o mais rápido possível", acrescentou.   


Kubica está fora da F1 desde 2011, quando sofreu um acidente em uma prova de automobilismo na pré-temporada da categoria. Com graves lesões, chegou a ser cogitado que ele sequer poderia voltar a dirigir. No entanto, agora, o polonês é até cogitado a ser o piloto titular da Renault em 2018. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos