Opositor venezuelano acusa governo de fraude em Constituinte

CARACAS, 2 AGO (ANSA) - Um dos líderes da oposição venezuelana, Henrique Capriles, acusou o governo de Nicolás Maduro de fraudar os dados da votação ocorrida no último domingo (30) para a eleição de 545 representantes da Assembleia Constituinte.   

Em uma série de mensagens, ele usou dados da empresa Smartmatic, que deu apoio tecnológico ao pleito, ele afirma que "além de uma fraude constitucional", a votação "teve um crime no processo". "É a maior fraude da história", escreveu ainda.   

O governo Maduro informou que pouco mais de oito milhões de venezuelanos foram às urnas, mas desde o domingo, a oposição afirma que o número de votantes não chegou aos três milhões.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos