UE se nega a reconhecer Assembleia Constituinte de Maduro

BRUXELAS, 2 AGO (ANSA) - A União Europeia (UE) declarou nesta quarta-feira (2) que junto com seus Estados-membros não reconhecem a Assembleia Constituinte realizada na Venezuela no último domingo (30).   

De acordo com a alta representante da UE para Política Externa, a italiana Federica Mogherini, "há preocupações sobre a legitimidade real e representatividade" da votação, sendo assim, "a União Europeia e seus Estados-membros não podem por conseguinte reconhecer a Assembleia".   

Além disso, Mogherini convidou o governo do presidente Nicolás Maduro "a tomar medidas urgentes para corrigir o curso dos acontecimentos". A principal iniciativa é a "suspensão da Assembleia Constituinte" já que "agravou muito a crise na Venezuela", acrescentou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos