Mídia internacional repercute e critica votação sobre Temer

SÃO PAULO, 3 AGO (ANSA) - Os jornais e sites jornalísticos ao redor do mundo destacaram a votação que impediu que o presidente Michel Temer fosse investigado pelo crime de corrupção passiva pelo Supremo Tribunal Federal (STF).   


O britânico "The Guardian" destacou que o "presidente manteve o emprego" após a votação do Congresso.   


"A credibilidade do congresso do Brasil foi deixada em trapos depois a Câmara dos Deputados não aprovar de maneira ampla a investigação por corrupção contra o presidente Michel Temer - mesmo que 81% dos cidadãos tenham dito em uma recente pesquisa que eles deveriam deixar investigar", escreveu o jornal.   


Já o "The New York Times" ressaltou que apesar de ter "salvado" seu mandato, "mas há mais problemas legais à frente e isso afetará claramente seu governo de coalizão". "Então, Temer tem pouco tempo para comemorar", ressalta.   


Ele ainda lembrou os recentes gastos do governo com emendas de parlamentares, que atingiu cerca de R$ 2 bilhões de acordo com a ONG Contas Abertas. "Esta é uma quantia excepcionalmente alta, especialmente em um período de austeridade em que hospitais, universidades e departamentos de segurança tiveram seus orçamentos cortados", ressalta.   


O espanhol "El Pais" destacou que o Congresso "salvou Temer e impediu que ele seja investigado".   


"Os mesmos deputados que deram luz verde para a saída de Dilma Rousseff do poder, mantém seu sucessor durante ao menos seis meses", escreve o periódico. O jornal ainda destaca que a a "aliança de centro-direita que em abril de 2016 acabou com 13 anos de governo do esquerdista Partido dos Trabalhadores conseguiu o apoio necessário para impedir que o presidente seja processado".   


O "Le Monde" destacou a "indiferença quase geral" da população e diz que Temer "escapou" do julgamento no STF. Os franceses ainda lembraram que o presidente "prometeu favores" para se manter no cargo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos