Austrália prende mais 2 acusados por plano para atacar avião

ROMA, 4 AGO (ANSA) - As autoridades australianas prenderam nesta sexta-feira (4) mais dois homens suspeitos de planejarem um ataque terrorista que tinha como objetivo explodir um avião em pleno voo.   

Os suspeitos foram identificados como Khaled Khayat, 49 anos, e Mahmud Khayat, 32. Além deles, outro homem foi interrogado e um quarto foi liberado sem nenhuma acusação.   

A tentativa de atentado foi coordenada por um alto comandante do grupo extremista Estado Islâmico (EI), informou o vice-comissário da Polícia Federal australiana, Michael Phelan, revelando que os agentes também impediram um ataque com gás tóxico.   

Em uma blitz antiterrorismo em Sydney, cidade mais populosa do país, as autoridades prenderam quatro homens e encontraram material que seria utilizado para construir uma bomba caseira capaz de derrubar uma aeronave.   

O comandante do EI teria enviado os componentes do explosivo por um serviço internacional de remessas e depois orientado os suspeitos sobre como montar o artefato.   

Os suspeitos planejavam explodir um voo da Etihad Airways partindo de Sidney no último dia 15 de julho, mas a operação foi abortada antes que passassem pelos controles de segurança.   

Em comunicado enviado hoje à ANSA, a companhia anunciou que tem "colaborado com a Polícia Federal Australiana sobre a investigação do incidente". "A segurança de nossos passageiros e funcionários continua a ser a principal prioridade da Etihad Airways", diz o texto.   

"Trabalhando em estreita colaboração com as autoridades competentes de cada país, a companhia aérea nacional dos Emirados Árabes Unidos implementa as medidas de segurança mais rigorosas ao longo de toda a linha de operação a nível global", finaliza a nota à ANSA.   

Desde o último sábado, a segurança foi reforçada em voos domésticos e internacionais na Austrália. O país faz parte da coalização que combate o EI no Oriente Médio e já recebeu ameaças da mílicia, apesar de não estar entre seus alvos principais. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos